REDES SOCIAIS NO MERCADO DE TRABALHO

A Faculdade Lusófona vai te ajudar a entender como o comportamento com as redes sociais podem ajudar ou afetar em um processo seletivo

As redes sociais são consideradas sinônimos de diversão, um espaço para acompanhar notícias, publicar fotos, compartilhar coisas engraçadas e até mesmo expor nossas opiniões e pontos de vista sobre os principais assuntos do momento. Reconhecer que  essas ferramentas têm o potencial de revelar muita coisa a nosso respeito, é uma etapa fundamental neste processo, principalmente se você estiver inserido em algum processo seletivo. Calma, vamos te explicar um pouco melhor este assunto.

O nosso comportamento perante as redes sociais podem muitas vezes gerar exposições desnecessárias e que podem ser mal vistas por pessoas que estejam a frente de uma recrutação e seleção de novos profissionais de uma empresa.

O grande questionamento que surge em boa parte das pessoas e que você deve estar se fazendo neste momento é: O que realmente pode me prejudicar na hora de conseguir um emprego?

Embora o seu perfil seja um espaço público-privado, seus princípios e valores estão altamente relacionados aos conteúdos que você compartilha e comenta nas suas redes sociais. Da mesma forma acontece com as empresas. Empresas possuem também um espaço público-privados e valores que norteiam seus princípios e posturas de marca que estarão diretamente relacionadas com a sua imagem, caso venha se tornar um colaborador da organização. O segredo, portanto, está no bom senso. 

“Uma pesquisa feita por uma das maiores consultorias de recrutamento de pessoal do mundo, com 210 executivos brasileiros, mostrou que 83% deles acreditam que o perfil dos candidatos nas redes sociais influencia na hora de fazer uma avaliação do profissional. Ao todo, 44% dos entrevistados disseram que um perfil negativo pode ser suficiente para desclassificar um candidato em fase de seleção. Apenas 39% dos executivos disseram que conversariam com um candidato mesmo se ele tiver um perfil considerado ruim na internet”. | FONTE: O GLOBO

Vale destacar que a única pessoa que faz a separação de perfil profissional para perfil pessoal é você. Seus futuros clientes ou possíveis contratantes, enxergarão de forma única o seu perfil. 

Mas em contrapartida, o bom manuseio das redes sociais podem garantir a você novas oportunidades e estabelecer novas relações profissionais, bons contatos podem te ajudar no momento que você mais precisa. 

A Faculdade Lusófona, sempre preocupada com a carreira de seus alunos elaborou algumas dicas que podem ser favoráveis e outras que você precisa começar a reavaliar com urgência. Em um mercado cada vez mais competitivo e acirrado, você pode usar as redes sociais para se posicionar mostrando o que de fato você tem de melhor. 

1- REDE SOCIAL É A SUA MANEIRA DE SE RELACIONAR COM O MUNDO: E para isso você não precisa ofender ninguém ou se comportar de forma grosseira nas suas imagens. Busque se preservar e gerar reflexões de assuntos que são de fato necessário. Tenha coerência e empatia, compartilhe e publique coisas que de fato gerem valor a outras pessoas. 

2- O AMBIENTE PROPÍCIO PARA REALIZAÇÃO DE NETWORK: Assim como em toda carreira, precisamos estar acompanhados de boas referências, porque então não aproveitar estes canais de comunicação e criar elos com pessoas importantes e de impacto naquilo que gostamos ou estamos procurando fazer? O LinkedIn é uma rede de relacionamentos exclusiva para isso, mas você também pode buscar ampliar sua corrente de amigos em outras redes. Vale super a pena! 

3-  EXPERIÊNCIAS PROFISSIONAIS E CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO ATUALIZADOS: Não basta apenas registrar momentos de diversão em família e com amigos da faculdade, permita que seus canais de comunicação estejam atualizados com aquilo que você já desenvolveu ao longo da sua vida. Deixe seus cursos e experiências profissionais serem encantamentos da sua pessoa. Funciona bastante. 

4- REDES SOCIAIS NÃO É A CENTRAL DO DESABAFO: Tome muito cuidado com a sua forma de relacionamento nas redes sociais. Se relacionar com o mundo não compartilhar problemas da sua vida pessoal, tão pouco, aproveitar este espaço para torná-lo central de fofocas, reclamações ou desabafos. Esse comportamento desenha muito o tipo de profissional que você pode se tornar. 

5- FAKE NEWS ESTRAGA QUALQUER RELACIONAMENTO PROFISSIONAL: Cuidado com informações falsas. Não compartilhe ou fale de algum assunto que você não conheça 100% a procedência. As famosas “falsas notícias” podem gerar problemas graves a quem publica, como a quem participa de alguma maneira. 

De toda forma prudência, empatia e respeito são alicerces fundamentais para um relacionamento por meio das redes sociais com saúde. Invista em novos contatos, em ferramentas que agreguem valor e gerem conteúdo, estimulando o seu alcance e maior visibilidade. Não deixe de publicar, mas procure a forma certa de como publicar. Use seu espaço, crie sua identidade profissional e explore as ferramentas. Com essas dicas você tem tudo para ser um profissional de sucesso.

Gostou das nossas dicas? Então compartilha aí nas suas redes sociais.

Está na hora de fazer novas escolhas. Estude na Lusófona!